• Marcelo Pereira

Mamie Taylor para variar do Moscow Mule

Um drinque que caiu no gosto dos consumidores brasileiros com certeza foi a variação do Moscow Mule de Marcelo Serrano ele é responsável por substituir ginger ale pela famosa espuma de gengibre, hoje este drinque não é aceito sem espuma pela grande maioria das pessoas aqui no Brasil, mas para quem gosta de gengibre e quer variar um pouco apresento aqui uma opção.


Para saber mais da história do Moscow Mule com espuma e sobre a trajetória do Marcelo Serrano ouça o podcast   BarTalks #11.

Mamie Taylor


Segundo Robert Simonson este drinque foi o predecessor do Moscow Mule, Mamie Taylor fez sucesso no começo do século XX.  O drinque é associado por alguns com a Mayme Taylor, cantora de ópera e atriz. Existe também um bar chamado Mamie Taylor's localizado em Vancouver cidade do Canadá que fica próxima a divisa dos E.U.A. que presta homenagem ao drinque e também à cantora/atriz.

Com enorme sucesso pré lei seca dos Estados Unidos o coquetel perdeu força depois da liberação de bebida alcoólica mas só até agora, com ingredientes acessíveis e com o consumo cada vez maior de HIGHBALLS tem tudo para voltar nas cartas pelo Brasil pós pandemia, vamos a receita.


Foto do site australianbartender.com.au

Receita

  • 60 ml Whisky  (com sabor marcante para não se perder na mistura)

  • 15 ml Sumo limão taiti

  • 120 ml Ginger Ale

Preparo

  • Em um copo longo adicione gelo na sequência o Whisky e o sumo de limão misture bem adicione mais gelo e complete com o ginger ale, decore com uma fatia de limão.






O site Diffords Guide cita um registro encontrado deste drinque no livro de Albert Stevens Crockett lançado na década de 30 chamado Old Waldorf-Astoria Bar Days.



Para acessar a página da receita e o livro completo clique na foto abaixo.



Boa Leitura!

0 visualização

Site criado por Pocket Creative Lab